Edição Sobre Ontens 2018/1


A Revista recebe artigos em fluxo contínuo.
Você pode enviar seu texto para análise ao longo de todo o ano!
Veja aqui como publicar.


Aristides Leo Pardo

Resumo: Através deste trabalho vamos ver que o futebol deixou há tempos de ser um assunto sem importância ou relegado ao segundo plano pelas ciências sociais já que através do mesmo é possível analisar uma sociedade e vivenciar fatos como o que aqui será narrado, quando uma partida de futebol resultou em um conflito bélico entre dois países vizinhos, da América central que conviviam com questões divergentes canalizadas na disputa por uma vaga na Copa do Mundo de 1970, realizada no México, que entrou para a história como “A Guerra do Futebol”.
Palavras-Chave: Futebol. Sociedade. Guerra do Futebol

Ana Paula Rodrigues Carvalho

Resumo: Este trabalho busca debater acerca da importância das ideias prévias no processo de aprendizagem para a formação de sujeitos autônomos, críticos e aptos ao convívio democrático, pensando sobre tudo as relações de gênero.  Buscar compreender quais as ideias históricas de jovens alunos à respeito das relações de gênero, remete à perspectiva na qual o aluno participa de forma ativa do processo de aprendizagem. A escola, enquanto local de debate e aprendizagem, mas também como ambiente em que permeiam as relações de sexualidade e de gênero aparece como espaço essencial para o debate e a desconstrução de concepções estereotipadas e preconceituosas. As ideias prévias, sobre qualquer temática, são frutos da vivência familiar, social, afetiva, entre outras e está intrinsecamente ligada a subjetividade de quem aprende, fazendo assim parte da sua identidade. O processo que leva ao reconhecimento respeitoso do outro é acompanhado por uma modificação subjetiva de quem aprende. Para que a aprendizagem atinja tais resultados não é possível ignorar as convicções de que o aluno é portador.
Palavras–chave: Ideias prévias; Aprendizagem histórica; Gênero

Nikolas Corrent

Resumo: Este artigo visa apontar o problema da consciência histórica a partir da obra de Jörn Rüsen, fazendo um percurso que envolve os conceitos-chave de memória, aprendizagem e narrativa em entrelace com outros historiadores renomados. Pretende-se estabelecer uma relação entre o que Rüsen entende como consciência e importância da história e o modo como ela é abordada didaticamente na contemporaneidade, diante das perspectivas de ensino. Por isso, relacionaremos os conceitos abordados com a noção de historicidade vista a partir da novela das 18h da Rede Globo, Novo Mundo, que trata, entre outros temas, da Independência do Brasil. Nesse sentido, busca-se evidenciar uma ideia do que é ou não fato histórico e de como as novas mídias influenciam positivamente ou não a leitura e a consciência histórica do indivíduo.
Palavras-chave: Jörn Rüsen. Consciência Histórica. Aprendizagem. Novo Mundo.